sexta-feira, 24 de abril de 2009


Desses beijos

Fizemos a Primavera

compusemos emoções

planícies de sentimentos

rios com margem de luz

Nesses dias

subimos montanhas

como aves migrando

rumando a terras férteis

de diáfanos vales

serenas planícies

ali plantámos

sementes de felicidade

e delas brotou o futuro

Nosso
Tristão

6 comentários:

Vieira Calado disse...

O nosso futuro escreve-se todos os dias.


Cumprimentos daqui.

Menina do Rio disse...

Um plantio assim sempre fará brotar a felicidade!

Um beijo

mundo azul disse...

__________________________________

Um belo poema inspirado por um terno amor...Lindo!


Beijos de luz e uma semana feliz!!!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Quem semeia colhe bons frutos.
Obrigada pela presença no meu Blog.
Já lhes havia visitado, ma snem me deram bola.
Vou pôr o seu Blog nos meus favortios.
Abraço,
Renata Cordeiro

preto [e] branco disse...

Não posso começar sem vos agradecer a visita e comentário no meu blogue.

De facto, é semeando que se colhem os frutos mas...até no semear há que respeitar e acreditar, fazendo valer aquilo que de mais puro, "nós", somos capazes de aceitar. O Respeito por nós próprios e Sabedoria de Sentimento.

A visita mostrou-me "cor e poesia". Fica assim a promessa de voltar.

Um Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
e da primavera
brotou felicidade,
,
conchinhas,
,
*