sábado, 9 de maio de 2009


Quando foste sol
em meu dia de chuva...
Brisa
em noite de sufoco...
Quando foste oásis
em meu deserto...
Fonte de pura água
no fim da caminhada...
Foste andorinha
que no frio chegou
trazendo nas asas
o amor desejado
esperado
encantado...


Isolda

6 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Poema lindo, a andorinha trazendo o verão quando se sente frio, o amor desejado, esperado, encantado. Belíssimo.
O seu blog está na lista dos meus favoritos, por isso sei quando você publica e sempre virei aqui.
Um abraço,
Renata

Menina do Rio disse...

Foi um tempo lindo! Em todas as estações!

um beijo

Multiolhares disse...

e é na dualidade que encontramos o equilíbrio
beijos

Vieira Calado disse...

...e acompanhado por uma bela imagem!

Cumprimentos meus.

poetaeusou . . . disse...

*
encantado fiquei,
num dia de chuva
em que o sol brilhava,
e eu sufoquei
na beleza das tuas palavras,
,
conchinhas de luz, deixo,
,
*

Marlene Maravilha disse...

Estou aqui "ganhando tempo" neste jardim infestado de coisas serenas e prazeirosas!!
Deus abencoe!
beijos